5 de dezembro de 2016

Eu Apresento Boas Ideias, Você é Que Não Aprova

Clientes estarão dispostos a pagar pelo trabalho se entenderem que cada centavo seu está sendo gasto de maneira adequada, isto é, se perceber que a agência trabalha para o sucesso do seu negócio. Cabe à agência planejar de que forma essa verba deverá ser mais bem investida, e você como Gestor de Contas deverá estar atendo à aplicação dessa verba nos diversos projetos.

Haverá situações em que o cliente passará um briefing e definirá a verba que alocou para aquela ação específica. Outras vezes, não definirá a verba e caberá à agência propor. Haverá situações em que a agência se antecipará ao cliente e apresentará propostas, simplesmente porque cabe à agência identificar oportunidades de promoção da marca ou do serviço prestado pelo seu cliente sem que seu cliente precise necessariamente solicitar um trabalho. Em qualquer desses casos, gerir uma conta exige que você tenha sempre a noção de até onde poderá ir para não prejudicar todo um planejamento e um fluxo de trabalho, além de respeitar as limitações financeiras da empresa anunciante. 

Se você conhece seu cliente, seu mercado, seus concorrentes, os consumidores de seus produtos/serviços, use as informações que tem e o bom senso ao analisar qualquer trabalho antes de apresentá-lo. Uma coisa é propor algo que, mesmo demandando um aporte mais significativo da verba, é justificável e pertinente. Algo que irá melhorar o negócio do cliente, que o fará ganhar lá na ponta, e algo que é viável de ser executado. Outra coisa é apresentar campanhas completamente desconectadas da realidade financeira da empresa apenas pelo apelo de que tem ali uma boa ideia. Você acabará demonstrando que a ideia é mais importante do que a execução, como se uma coisa fosse dissociada da outra. Clientes tendem a se incomodar com esse tipo de comportamento. Se gostam da ideia apresentada, vão se sentir frustrados porque não podem executá-la. Ou vão interpretar a proposta como falta de entendimento do seu negócio por parte da agência. Ou as duas coisas juntas, o que muitas vezes é fatal para a manutenção da conta.

Busque a forma mais adequada de atender a demanda do cliente e não necessariamente aquele projeto fantástico que nunca será realizado. O ótimo é inimigo do bom, a gente sabe. Evite também a síndrome do “eu apresento as boas ideias, você é que não aprova”. É um comportamento que mais distancia do que aproxima. Boas ideias serão boas se forem executadas e derem resultado. Do contrário, servem apenas para encher portfólio. Se você percebe que a proposta não é adequada, discuta com a equipe, explique porque não é prudente apresentá-la, mesmo que isso implique, a princípio, em frustrar seus colegas (seja a criação, a mídia, o planejamento). 

É preferível questionar internamente as ideias antes de levar ao cliente algo impossível de ser realizado, gerando desgastes desnecessários. Com o argumento certo e o devido respeito na discussão de pontos de vista, não raro a equipe reformula ou repensa o trabalho e ao final acaba por propor algo muito melhor, mais consistente, mais condizente com a realidade da conta. Com mais chances de aprovação e, portanto, de execução. 

27 de novembro de 2016

Vídeo-Convite Gestão de Contas


Workshop Gestão de Contas na Agência de Comunicação em Campinas, dia 10/12/16.               Informações e reservas pelo WhatsApp 19 99805-1100 ou pelo site (link).

20 de novembro de 2016

Workshop Gestão de Contas em Campinas

Quero te convidar para mais uma edição do meu workshop Gestão de Contas na Agência de Comunicação. Esse workshop já passou por várias cidades do Brasil e estou vibrando por poder apresentá-lo no próximo dia 10 de dezembro em Campinas, SP. 

Vamos abordar os principais tópicos que fazem parte da atividade de atendimento sob o ponto de vista da gestão: de processos, de projetos, de pessoas e de negócios. 

Vamos discutir casos, falar de carreira, mostrar as ferramentas importantes no dia-a-dia da gestão das contas e muito mais. 

Quem vem junto?

Para mais informações e inscrições, clique aqui.

13 de novembro de 2016

Como Atuar Como Atendimento Sem Nunca Ter Sido Atendimento?

Passando aqui para tirar umas dúvidas do leitor Thiago Cal, de São Paulo, que respondi neste video. Quem sabe você vai curtir também as dicas.

6 de novembro de 2016

15 Templates de CV Para Baixar Agora

Um tempo atrás, respondi à dúvida de um leitor a respeito do melhor formato de currículo (link). Na ocasião, ponderei que a primeira coisa que devemos pensar é no conteúdo e, depois, na forma. É claro que a colocação tinha como foco o CV do Atendimento. A menos que você seja da área criativa, de nada adianta um currículo todo transado visualmente se ele não diz nada sobre o seu talento.

Isso posto, acho que podemos agora falar da forma como um fator "a mais". Porque, é claro, uma informação apresentada de maneira atraente sempre terá mais chances de se sobressair. Por isso achei legal trazer esses vários modelos de templates que encontrei compilados num post do Hubspot. Taí a tradução.


15 Modelos de CV Para Você Se Destacar Na Paisagem

(Versão Fazendo Atendimento Publicitário a partir do artigo de Karla Hook para o Hubspot )

Um currículo visualmente atraente, por si só, não garante aquele emprego dos sonhos, mas às vezes vale a pena colocar um esforço extra na preparação da sua apresentação.

Um visual adequado para o seu CV deve ser capaz de refletir as suas habilidades e também a sua personalidade, o que contribuirá para levá-lo ao topo da lista de um processo seletivo.

Escolher aquele design perfeito pode dar muito trabalho. E já basta tudo o que a gente tem pra fazer só para procurar um emprego. Por isso, vasculhei a web para trazer algumas das mais interessantes propostas visuais de currículo para ajudá-lo a se destacar entre o mar de Times New Roman e calhamaços de textos.

Tenho certeza de que você vai se interessar por estes modelos assim que bater os olhos neles. E a boa notícia é: você pode usá-los sem problema! Os criadores desses templates foram tão generosos que disponibilizaram seus layouts para download downloaddownload gratuitamente. Veja qual dos modelos é o ideal para você e comece logo a preenchê-lo para a enviá-lo na sua próxima busca de colocação.

Os 15 Modelos de Template


1) Estilo Infográfico

Criado pelo diretor de arte digital e designer freelance Fernando Baéz, este template te ajudará a organizar experiência e habilidades de forma enxuta. Baéz deixou o template disponível para download aqui.
















2) Clássico, Mas Impactante 

Se você está procurando um modelo mais tradicional, mas que ainda assim cause uma impressão impactante, dê uma olhada nessa criação do designer finlandês Mats-Peter Forss. O template inclui até espaço para uma foto de rosto e está disponível para download aqui.
















3) Com Um Toque De Cor

Adicionar cor a um CV pode parecer intimidador a princípio, especialmente se você está concorrendo a uma vaga numa empresa mais tradicional. Mas uma sofisticada pitada de cor chama atenção sem comprometer o profissionalismo. Este modelo do designer brasileiro Eduardo Ogawa utiliza justamente a cor para dar uma realçada num layout tradicional. Você pode baixá-lo aqui.















4) Com Foto de Fundo

Esse template do designer polonês Patryk Korycki é perfeito para fotógrafos, designers gráficos e outros profissionais da área criativa que precisam mostrar logo de cara os seus melhores trabalhos. Pode ser baixado aqui.


















5) Gráfico e Ousado

O pessoal da Createer bolou este e outros layouts, que fazem parte de um pacote de templates totalmente gratuitos que você pode conferir aqui.




















6) Com Um Sutil Esquema de Cores 

O designer Wassim Awadallah, que vive em Beirute,  bolou esse layout simples, de duas páginas, para profssionais em estágio mais avançado de carreira. Com a foto de rosto e informações de contato como numa capa, sobra bastante espaço na segunda página para documentar todos os pontos relevantes e as conquistas importantes. Para baixar, clique aqui.





7) Com Destaques Em Cores Primárias

Este layout é a prova de que dá para transmitir profissionalismo utilizando várias cores. Observe como ele é compacto, sofisticado, porém chamativo no uso das cores para destacar alguns pontos. O designer David Gomez utiliza este CV para ele mesmo e foi muito generoso em disponibilizá-lo gratuitamente aqui.







8) Em Preto e Branco

Está com pouca tinta? Então dê uma olhada nesse layout minimalista em preto e branco do designer editorial Bro Luthfi. Embora simples, está longe de ser monótono, e contém um monte de ícones que agregam um certo interesse visual. Baixe aqui.








9) Uso do Espaço De Forma Organizada

Quando você precisa fazer caber anos e anos de experiência e um montão de habilidades e competências numa única folha de papel, as coisas tendem a ficar meio caóticas. Este template da designer Tina, da Helsinki Branding te convida a pensar simples. As diferentes seções destacam os vários aspectos das suas qualificações, eliminando o que é supérfluo e focando no que realmente interessa ao seu potencial empregador. Para baixar, clique aqui.













10) Profissional, Mas Divertido

A designer italiana Martina Cavalieri criou este template com uma série de 16 ícones para que você possa destacar seus interesses e habilidades. Este layout moderno está aconrado por uma borda em duas tonalidades: apenas o suficiente de cor para ajudar o seu currículo a se sobressair na pilha de papeis. Baixe-o aqui.












11) Clean e Moderno

Seu CV será realmente a primeira impressão perante um potencial empregador. Por isso, esse template criado pela equipe da GoaShape é moderno sem exageros. O pacote inclui além do layout do CV em duas páginas.  um layout de carta de apresentação.Você pode baixar aqui.









12) Diferentão

Se você quer REALMENTE quer se sobressair na multidão de currículos, esse layout é pra você. O designer gráfico e fotógrafo freelancer Paolo Pettigiani criou este chamativo template para si próprio, mas o deixou disponível para download aqui















13) Monocromático e Retrô

Este layout proposto pelo freelancer Fay Zodiac traz uma releitura dos CVs tradicionais. A tipografia retrô se torna um elemento divertido, enquanto o layout blocado deixa espaço para muitas informações de forma a não parecer poluído. Para baixá-lo, clique aqui.

















14) Centralizado na Página

Se você quer um CV bacana, mas não quer que ele fique muito diferentão, experimente esse CV que é todo alinhado pelo centro, como este layout bem clean do Zohan Habib. Os ícones e a borda colorida dão o toque criativo. Download grátis aqui.
















15) Vibrante

Alessia Curcio, uma designer de Copenhagen, nos oferece esse perfeito exemplo de como incorporar um caleidoscópio  de cores num mesmo layout sem passar da conta. Inspirado nos elementos de um infográfico, esse modelo te ajuda a apresentar sua experiência profissional e suas habilidades com um volume mínimo de texto. Baixe aqui.








Ainda não ficou satisfeito com nenhum dos layouts? Tem mais 10 modelos nesse link.

-------------------

Mensagem final da Kátia Viola: nunca se esqueça de revisar o texto. De nada adianta um visual bacana se há erros de ortografia e de tipografia.

31 de outubro de 2016

Tudo Que Você Queria Saber Sobre Burnout e Ninguém Teve Paciência Para Explicar


Já havia me surpreendido com a Roberta Carusi na internet há uns trocentos anos. Aprendi a admirar seu trabalho de planner, trocamos mensagens, eu recomendei aqui no blog um artigo dela. De vez em quando acompanhava sua carreira bem-sucedida. Faz algum tempo estava sem saber nada sobre ela. Agora sei o porquê: ela teve que dar um tempo.

Hoje fui novamente surpreendida, desta vez com o canal da Roberta no YouTube “Diário do Burnout” (para quem não sabe, burnout é o limite máximo do estresse). Assisti a alguns vídeos e me comovi com seu jeito direto e sincero a respeito do que muitos de nós passamos quando nos dedicamos tremendamente às nossas carreiras. Só que muitas vezes não identificamos corretamente o que se passa e vamos longe demais. Quem nunca?

A ideia de compartilhar sua experiência com o burnout é fantástica. Burnout não é modinha nem frescura, e a gente, no fundo, sabe muito bem disso. Te entendo super, Robi! Aquele chiado no ouvido? Desculpe o trocadilho, mas it rings a bell.

Avante, Roberta. Obrigada pela coragem e pela iniciativa em dividir conosco essa experiência e esclarecer tanta coisa que se mistura com tantas outras.

E você, leitor deste blog, não deixe de conferir o Diário do Burnout. Insights garantidos.

24 de outubro de 2016

Aula: Planejamento Digital, a busca pela relevância digital

Acontece dia 31 de outubro, às 20h, essa aula superlegal com o planner Felipe Morais. E o melhor de tudo: você pode optar pela aula presencial (em SP) ou pela aula online, em tempo real.
Conversei com o Felipe para saber mais detalhes sobre o que será abordado no evento. Está aqui o que ele me disse:
Felipe Morais
“O consumidor está na Internet e as marcas, com medo, não. Ou, quando estão, é de forma tímida e apenas como um complemento da estratégia geral. Sites desatualizados, Facebook onde só falam delas mesmas, SAC 2.0 que é discurso (mas não é efetivo), emails sem segmentação. Tudo dentro de uma estratégia onde se acha que marketing digital é mídia online, mas não é. Mídia é importante, mas não é a única forma de trabalhar com marketing. Planejamento é, acima de tudo, entender o comportamento do consumidor antes de pensar em qualquer ação, do site ao post no Facebook. O processo de planejamento muda os rumos da marca, isso já é sabido, mas como fazer essa mudança? Vamos mostrar como pensar o planejamento, como analisar, como entender o que está acontecendo, e traçar estratégias de negócios.”

E aí, se interessou? Dá uma olhada aqui para ler todos os detalhes e se inscrever.