15 de julho de 2009

Você Pergunta e a Gente Responde - Caí de Para-Quedas no Atendimento, e Agora?

Não tenho formação em Publicidade (sou jornalista), mas estou trabalhando no atendimento de uma agência especializada em internet e ainda me sinto um pouco perdida. Já li muita coisa legal no seu blog e preciso dizer que ele tem me ajudado bastante. Achei que você, talvez, pudesse dar algumas dicas para pessoas como eu, que acabaram caindo de para-quedas no atendimento sem conhecer muito bem o mercado de Publicidade. Eu tenho uma experiência no atendimento em agência de Relações Públicas e Assessoria de Imprensa. Já percebi que o dia-a-dia tem muito em comum, mas muita diferença também e de vez em quando bate aquela insegurança.

Inês Barreto, São Paulo



Querida Inês,

Como se diz por aí, talvez o buraco seja mais embaixo. Citando o Walter Longo: “Não existe Atendimento forte com profissionais fracos. E de nada adianta bons homens de Atendimento sob uma direção frágil, preocupada em não fixar regras e parâmetros (...)”. Portanto, que fique claro: existem os dois lados dessa relação, isto é, o seu, que quer se aprimorar para exercer melhor o seu ofício, e o do empregador, que te contratou porque precisa de alguém que o ajude a tocar a empresa. É por essa perspectiva que quero abordar o assunto.

Sabe, há no mercado, ainda, desconhecimento a respeito da importância da função de Atendimento de publicidade para o crescimento do negócio da agência, por isso ainda vemos agências contratando profissionais inexperientes (e até despreparados). É claro que isso pode ter implicações financeiras também (menos experiência, menor salário). Entretanto, quero acreditar que o seu empregador quer o melhor para a empresa e para seus funcionários. Quero crer também que ele tem conhecimento pleno sobre as suas qualificações, que sabe que você tem algum conhecimento sobre a função - e, portanto, potencial - , mas que talvez não tenha a experiência necessária para exercê-la com mais propriedade em uma agência. Sendo assim, proponho que você converse com ele sobre a possibilidade dele te propiciar/financiar alguns treinamentos específicos, a fim de que você se aprimore. Procure colocar as coisas em perspectiva, isto é, você quer melhorar para que a empresa melhore como um todo. É um investimento mais do que justo nessa "via de mão dupla".

Sucesso,
Kátia Viola

5 comentários:

José Paulo disse...

Kátia, bom dia!
Meu nome é José Paulo Silva e me familiarizei muito com o caso desta jornalista. Sou estudante de Publicidade ainda, mas já estou na área faz algum tempo, porém nunca em uma agência grande.
Hoje trabalho em uma pequena agência em Guarulhos, mas com muito ptencial e vontade de crescer. Tenho certeza que meu diretor financiará cursos para minha aprimoração, você teria alguns para indicar?

Obrigado e o blog é muito útil para nós!!! SUCESSO!!!!!

Kátia Viola disse...

Oi, José Paulo
Fique ligado no blog porque na próxima semana anunciarei cursos, inclusive um que vou ministrar em agosto, em Juiz de Fora.

Carolina J. disse...

Kátia, na realidade quero fazer uma sugestão. Coloque dicas para prospecção de novos clientes. Numa agência pequena, em fase de expansão, isso é tarefa do atendimento ou do Diretor da agência? Qual é a forma "ideal" de abordar um cliente?
Adoro seu blog, parabéns!

Carol J.
Natal/RN

Kátia Viola disse...

Carolina, falei sobre esse assunto anteriormente, pois uma outra leitora teve essa dúvida também. Leia os comentários do post O Papel do Atendimento (http://atendimentopublicitario.blogspot.com/2007/10/o-papel-do-atendimento.html). Um abraço, KV

pedro octávio disse...

Kátia, concordo com vc que muitas vezes o empregador não compreende a importância do atendimento (e tudo o q a sua função engloba) para não só o crescimento como também para garantir a continuidade da carteira de clientes dentro da agencia. É muito comum ver profissionais de outras habilitações atuando nesta função, digo isso pois conheço casos bem próximos de mim. Acredito que mesmo não tendo a habilitação de publicidade, um bom atendimento se forma (e isso sem dúvidas) pela sua curiosidade em se aprimorar e atender cada vez melhor os clientes e suas respectivas demandas. Sugiro ao Paulo e à Inês que leiam alguns posts anteriores e verifiquem algumas indicações de cursos que vc já postou.

Abraços :)