25 de fevereiro de 2011

Quanto ganha um Atendimento?

por Cristina Bravo*

Pessoalmente, acho que para responder a essa pergunta requer analisar o que faz um atendimento. Ou deveria fazer...

Mas, antes, vale a pena eu me apresentar porque minhas observações são as de quem já esteve dos dois lados do balcão. Sou publicitária há mais de 25 anos, hoje exerço a função de diretora de contas, mas também já sentei na cadeira do cliente.

Estou falando aqui de “atender”, o que se difere de “recepcionar”.

Entender o negócio do cliente, conhecer claramente os players, o mercado. Identificar forças e fraquezas além da apresentação do S.W.O.T., a unicidade da marca, entendimento e definição clara do posicionamento são alguns dos itens que entram na conta do salário do Atendimento.

Atender requer presença, aprendizagem, acerto, erro e rotina porque o negócio do cliente é dinâmico, precisa de acompanhamento constante e revisão de análise. Até aqui me referi a parte que trata da relação com o cliente. E a outra parte, a da agência? Bem, aqui entra a tarefa de traduzir conhecimento em informação, que também parece muito óbvia, mas na prática nem sempre acontece. Costumo dizer que 90% do salário do atendimento deveria ser calculado sobre a informação que ele gera para a agência e o que disso se transforma em solução de comunicação para o cliente. O restante é gestão da conta.

Então, quanto ganha um Atendimento? Bem, para quem realmente “atende”, eu diria que 90% do salário deve representar um excelente ganho. Afinal, qual a agência que não quer remunerar bem a informação, manter um profissional capaz de discutir a proposta da agência, suas proposições, quer criativas ou midiáticas? Agora, para aqueles que “recepcionam”, bem acho que essa proporção deveria ser invertida (contando com uma certa dose de camaradagem), porque até para relacionamento é preciso conhecimento do negócio dos dois lados, do cliente e da agência.

(*) Cristina Bravo é diretora de contas na Giacometti Propaganda.

3 comentários:

Helen disse...

o post é ótimo, mas ao final, fiquei frustrada porque esperava também saber o valor em Real.

Kátia Viola disse...

Helen, dê uma olhada nesse post aqui: http://atendimentopublicitario.blogspot.com/2010/10/pergunta-de-um-milhao-de-dolares.html

simeone ramalho disse...

quero fazer publicidade,mas não entendo nada do assunto,preciso mim aprofundar na profissão.