29 de março de 2012

Você Pergunta e a Gente Responde: querem que eu ajude a arranjar clientes, mas por que não me contratam?

Kátia, gostei muito do seu blog, parabéns. Gostaria de um conselho seu. Fui Atendimento Publicitário por 15 anos na cidade de Sorocaba-SP. Meu objetivo desde o começo era ter um grande relacionamento na cidade. Os anos se passaram e eu consegui, atendia grandes contas, empresas e prefeituras da região. Meus clientes vieram a ser meus amigos, comecei a ter um relacionamento conforme eu sonhava, carteira sólida para as empresas em que trabalhei. Porém, ao sair desta última empresa de comunicação, muita gente quis me ajudar, mas cheguei a ouvir que era um contato caro e não consigo voltar ao mercado. Hoje trabalho em outro ramo, porém recebo ligações de pessoas me chamando para happy hours, para eu levar alguém que lhes interessa como cliente para suas respectivas agências. O que faço nessa situação?


Grato,
Leonardo Correa, Sorocaba - SP

-------------------------------

Prezado Leonardo, obrigada pela audiência. Para responder à sua pergunta convidei meu colega Marcello Silva, que é um craque em prospecção de clientes. Veja só o que ele te aconselha:

Leonardo,

O fascínio de nossa atividade é que ela, sem fazer grande alarde disso, integra múltiplas facetas do conhecimento humano. Publicidade mexe com Técnica, com Arte, um pouco de Ciência (quando vai mais fundo no comportamento do consumidor e na métrica das projeções de mídia), e, por fim, admite incluir em tudo isso uma pitada de sorte, coisa que não faz mal a ninguém. O proprio Machiavel preconizava isto quando dizia que o governante precisava de virtu e fortuna.

Você abriu sua alma e confessou que, ao entrar em Publicidade e permanecer 15 anos na estrada, viu no Atendimento o caminho para conquistar um marcante relacionamento na cidade. E o fato é que foi abrindo esse caminho e chegou a atender as melhores contas locais. Mesmo sem encontrar oportunidade de trabalho em agências, a cristalina verdade é que, meu caro sorocabano, você continua sendo chamado pelos amigos da área, segundo nos conta, para influenciar pessoas, isto é, clientes para optarem pelas agências que pode recomendar.

Então, cabe perguntar: será que não faltou a você um certo arrojo para se transformar num empresário? Será que, ao longo desses 15 anos você não se percebeu com alguma queda para a política?

Vale lembrar que Sorocaba, hoje, possui quase uma dezena de boas agências e está integrada ao Complexo Metropolitano Expandido, uma microrregião próspera com cerca de 60 cidades, praticamente19 milhões de habitantes e um agregado de renda que muito país da Europa gostaria de ter.

Se conselho vale, você deveria respirar fundo e começar de novo, abrindo sua própria agência. A não ser que já seja o prefeito da cidade e esteja apenas querendo nos testar...

Marcello Silva

Nenhum comentário: