8 de outubro de 2008

Eleições 2008 – Personagens A Procura de Um Autor

Em setembro de 2007 foram encerradas as atividades da última gestão do GAP- Grupo de Atendimento e Planejamento do Rio de Janeiro. Era de se supor que apareceriam então outras pessoas querendo assumir a entidade e propor melhorias, definir novas metas para o próximo biênio. Mas não foi o que aconteceu. Há alguns anos, a entidade já vinha num processo de perda de prestígio e de falta de propostas com continuidade e consistência. Muitos atribuiram a esse fato a falta de interesse dos profissionais de Atendimento e Planejamento do Rio em se organizar e trabalhar em favor do mercado. Mas muito, creio eu, se deve também ao fato de o nosso mercado estar tomando um rumo que não nos tem permitido espaço/tempo para reflexão e consequente ação. O próprio papel do Atendimento nas agências - que vem assumindo inúmeras responsabilidades e redefindo seu papel - aliado ao esvaziamento econômico do Estado do Rio de Janeiro, fez com que todos nós estivéssemos focados em defender e ocupar o pouco território que nos sobrou. Anunciantes de peso indo para São Paulo, fusões de algumas agências, quebra de outras, demissões de profissionais experientes e um tremendo salve-se quem puder.

Vivenciei isso tudo muito de perto. Estive à frente da Diretoria de Aprimoramento Profissional do GAP na gestão passada e sei o quanto foi suado promover os workshops. E isso era somente uma das missões de uma das diretorias. Existia todo um projeto a ser tocado que englobava muito mais. No caso da formação profissional, não tínhamos braços suficientes para montar os eventos (as pessoas foram sumindo) e nem patrocínio. Mesmo assim, foram realizados seis deles no espaço de um ano e meio. E todos atraíram público suficiente para que se pagassem. Meus colegas do GAP me propuseram algumas vezes assumir a presidência da entidade. Para que isso acontecesse, eu mesma tentei engajar outros profissionais nesse projeto e nada consegui de concreto, por todos os motivos já citados. O fato é que sem o comprometimento de vários fica quase impossível chegar lá.

No IV Congresso, o movimento pela recuperação do GAP tomou forma. Outras entidades, como o Grupo de Mídia do Rio de Janeiro, resolveram ter participação ativa nisso, entraram no processo e começaram a conversar com as pessoas. E foi assim que, felizmente, Luciana Vasconi, sócia-diretora da Agência3, tomou para si a missão de presidir o GAP e formar uma chapa para as próximas eleições. Com toda a representatividade que Luciana e sua agência têm no mercado do Rio e seu longo e belíssimo histórico como Atendimento, o GAP não poderia estar melhor representado. O entusiasmo e a capacidade agregadora e inclusiva da Luciana acabaram por tornar as coisas possíveis, tudo foi se ajustando e um grupo com representatividade se formando.

A palavra de ordem do GAP, nessa nova gestão, é “fortalecimento”. Luciana convidou a Nádia Rebouças (Rebouças & Associados) e a mim, Katia Viola (Euro RSCG Contemporânea), para atuarem como vice-presidentes. Também na nova gestão haverá diretorias executivas de Comunicação (encabeçada por Mirella Monteiro, Casa da Criação), de formação e aprimoramento técnico (encabeçada por Ana Paula Sanches, Artplan) de planejamento estratégico e atividades interassociativas (encabeçada por Fernanda Galuzzi, McCann) e de gestão administrativa, financeira e comercial (encabeçada por Flávio Martino, Giacometti Rio). As diretorias terão colaboradores oriundos de agências como JWT, Havana, Binder, W/Brasil, Agência3 e McCann. Para a escolha do Conselho, a palavra de ordem é “integração”, por isso, além de representantes de Atendimento e Planejamento, há representantes de outros setores da agência com os quais nos relacionamos. E inclusive um representante de cliente. O Conselho será formado por Vicente de Vicq (Planejamento, 40 Graus), Julieta Monteiro (Atendimento, F/Nazca S&S), Sérgio Prazeres (Presidente do Grupo de Mídia do RJ), Flávio Medeiros (Presidente do Clube de Criação do RJ) e Ingrid Buckmann (Gerente de Comunicação da Shell) .

As eleições acontecem no próximo dia 17/10 e a posse acontece no dia 20/10.

A hora é essa. Temos palco e cenário, muitos personagens e uma boa história a ser escrita.

Um comentário:

David Bispo disse...

Parabéns!

Pela iniciativa.
Muita calma e força nesta nova etapa do GAP.

Abs,